quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

NAE: sapatos preocupados com o ambiente!

A NAE (No Animal Exploitation) é uma marca de sapatos portuguesa com filosofia vegan ecológica. Sapatos Vegan??? Será que são comestíveis, pensam vocês?
 
Não... são sapatos com conceito inteiramente amigos do ambiente, ou seja são fabricados a partir de materiais ecológicos sem recorrer a materiais de origem animal.
 
A NAE utiliza sobretudo borracha natural, cortiça, linho e algodão orgânico, para além de microfibras biodegradáveis 
 
Mais uma vez, este projecto inteiramente português, nasceu em 2008 e exporta a maior parte dos seus sapatos para o estrangeiro (Austrália, Áustria, Canadá, Alemanha, Itália, Holanda, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos ), sendo encontrados localmente em algumas lojas lusas multimarcas como Coimbra,  Castelo Branco, Funchal e Batalha.
 
 





 

 

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Diário Gráfico: um desenho por dia

Tal como os diários conhecidos por todos nós, como sendo manuscritos pessoais onde se podem revelar todos os segredos sem nunca sem julgados por ninguém...também existem os diários gráficos!!! Mas o que são exactamente?
 
Nos diários gráficos não são as palavras que são requisitadas mas sim os desenhos...desenhos esses que podem ser de tudo, todos e representar qualquer lugar no mundo. Através desses desenhos há um verdadeiro apuramento dos cinco sentidos!
 
 



 
 
Mas nada como o ilustre desenhador português - Eduardo Salavisa - para argumentar esta paixão em desenhar no quotidiano!
 
 


 
 

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Máscaras gulosas para o Carnaval

O Carnaval pode ser guloso, aliás não é por nada que se dá o nome de terça feira gorda, sinónimo de dias de folias e exageros antes de entrar num período de jejum e restrições na tradição cristã - tempo da quaresma.
 
Para este carnaval porque não realizar umas máscaras comestíveis??? Basta arranjar uma receita de bolinhos à escolha com uma forma com o formato de uma máscara e um pouco de artífícios carnavalescos.
 
O resultado final seriam uma coisa deste género...
 
 
 
Mas como fazer?!!
 
 
















Mas isto é só uma sugestão...toca a imaginação a trabalhar!!!!!!!!

domingo, 23 de fevereiro de 2014

As paredes cinza

Sou franca, o cinza não era uma cor por mim muito apreciada. Eu disse "era", porque realmente todos nós vamos mudando e evoluindo com o passar do tempo (e mal se assim não for!!!). Hoje em dia considero o tom cinza como um aliado precioso na decoração.
Tal como o branco, o cinza é uma base neutra subtil e perfeita para dar o mote a uma decoração arrojada. Em combinação com padrões impressionantes e elementos gráficos, o cinza transforma-se num verdadeiro luxo.
As paredes pintadas num tom cinza criam um ambiente de sofisticação e bem-estar. Eu estou a pensar usar um tom cinza da palete de cores da Pantone no meu primeiro projecto para o curso de design de interiores. Qual deles, ainda não sei, por isso fui à procura de inspiração...
 
 







 
 
 
 

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

O meu primeiro projecto

O primeiro projecto que vou ter que fazer pelo curso de design de interiores, que comecei este mês, intitula-se "O Almoço de Páscoa".
 
O objectivo é de pegar na minha sala de jantar e estar e transformá-la ao gosto de uma suposta cliente, que é uma colega de curso que nos foi "sorteada".
 
Aqui, não vamos mexer na pré-existência (paredes, janelas etc), só vamos decorar o espaço com um orçamento fictício restrito (6000,00€!!!).
 
Depois de descobrir os gostos e condições da cliente, podemos tentar recuperar móveis ou objectos já existentes na própria sala, mas há algumas condicionantes, ou seja o projecto deverá incluir obrigatoriamente quatro elementos. São eles: um objecto símbolo do círio Pascal (ponto de luz reinterpretado), um papel de parede listrado, a escultura "O Príncipe" da Joana Vasconcelos e a poltrona Peacock do designer Dror Benshertrit de 2009 em azul ou verde!!!!
 
 
 

 

 
O que acham da poltrona?
 
Digamos que vai ser um verdadeiro desafio!!!